Mascote da GCM participa de bloqueio educativo

O mascote da Guarda Civil Municipal (GCM), um lobo guará,  esteve participando de uma ação preventiva e integrada na CEI João Queiroz Marques, onde a diretora daquela unidade, Cláudia Lopes solicitou o Patrulhamento Escolar da  Guarda Civil Municipal para realizar uma campanha conjunta na orientação do trânsito, principalmente na faixa de pedestre,  onde houve a conscientização dos motoristas, pais, alunos e funcionários quanto ao respeito a faixa de travessia de pedestres. Esta ação foi desenvolvida pelo Projeto Crescer Seguro e GCM.

A escolha por esse animal como mascote da Guarda Municipal tem o objetivo de aproximar ainda mais a instituição da comunidade e principalmente as crianças de maneira lúdica. Na natureza o lobo-guará é o maior canídeo nativo da América do Sul. Sua inconfundível pelagem vermelho/dourada, seus membros alongados e caminhar peculiar, podem ser avistados nas áreas de vegetação aberta (campos, cerrados e florestas de cerrado).

A perda de habitat, principalmente, aliada à caça predatória e a expansão da agricultura (conflitos devido a predações ocasionais do lobo-guará sobre animais domésticos) e até atropelamentos são as principais ameaças às populações de lobo-guará, que têm sofrido um declínio significativo. Eles são classificados como vulneráveis à extinção, sendo objeto de um plano de ação nacional cujo objetivo é a sua conservação.