Marginal assalta senhora de 76 anos de idade

Os soldados Simonazzi e Rua foram acionados para comparecer na Estância Santa Catarina, no Distrito de Rubião Júnior para atender a um caso de invasão domiciliar, seguido de furto qualificado. A vítima foi uma senhora de 76 anos, de nome Maria do Carmo Pupo.

A mulher relatou aos policiais militares que na noite desta terça-feira estava em sua casa quando se deparou com um elemento desconhecido e encapuzado no banheiro. Esse marginal, mediante ameaça exigiu que a mulher lhe entregasse o dinheiro. Ele chegou a agredir fisicamente a mulher. Depois, se apoderou da carteira, apanhou R$ 300,00 em dinheiro e fugiu. A vítima revelou que o marginal não estava armado.

Com a chegada da polícia, as características desse ladrão foi passada, sendo efetuado patrulhamento pelas imediações do crime, mas ele não foi localizado. O caso foi encaminhado ao Plantão Permanente, onde a autoridade policial civil determinou a lavratura do Boletim de Ocorrência.

A equipe especializada em esclarecimentos de furtos e roubos da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), já está trabalhando no caso e buscando levantar a identidade desse marginal. Segundo a polícia, todo o marginal tem uma característica própria de ação e em muitos casos, através dos modos operantes é possível identificar o criminoso.

”Estamos empenhados na elucidação desse caso e já temos pistas de quem poderia ter cometido esse crime e fazendo diligências. Acredito que nas próximas horas poderemos ter a identidade desse marginal”, comentou Celso Olindo (foto), delegado titular da DIG que está no comando do trabalho investigativo.

Foto: arquivo Acontece