Marginais estouram vidro de loja para furtar guitarra

Na madrugada desta segunda-feira a Guarda Civil Municipal (GCM) esteve realizando uma averiguação sobre um caso de furto qualificado contra a Loja Ritmos, que fica na Rua Marechal Deodoro, em frente ao piso superior da Praça Comendador Emílio Peduti – Bosque, região central da cidade.

Os agentes constaram que marginais não identificados arremessaram uma pedra para estourar o vidro da loja e levar uma guitarra. Foram os próprios agentes que comunicaram o proprietário que a loja havia sido arrombada e invadida.

Juntamente com Polícia Militar foi realizado um cerco pelas imediações do crime para tentar localizar o marginal, já que ele chamaria a atenção carregando uma guitarra durante a madrugada pelo centro da cidade. Porém ele não foi localizado.

Os guardas municipais encaminharam o caso ao Plantão Permanente onde o Boletim de Ocorrência (BO) foi elaborado pela delegada Simone Alves Firmino. O crime será investigado pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil, através da equipe especializada da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

{n}Auto localizado{/n}

Em patrulhamento pela Rua Antônio Fumes, a GCM, deparou-se com uma moto Honda GC 125 Fan, ano/modelo 2007, cor preta, placa DYK-7397, abandonada. Na consulta, via sistema Infoseg, foi constatado queixa de furto. Feito contato com o proprietário e o mesmo compareceu no local. A moto e o proprietário foram encaminhados ao 2° Distrito Policial (DP), sendo elaborado Boletim de Ocorrência (BO) e o auto de exibição e apreensão do veículo pelo delegado Marcos Mores. O veiculo foi devolvido ao dono.

{n}Menina molestada{/n}

Um caso de importunação ofensiva ao pudor foi registrado em uma loja na Rua João Passos, região central da cidade, onde uma menina de 13 anos acusou um homem de ter passado a mão em suas partes íntimas Em patrulhamento os agentes da GCM localizaram o acusado que negou o crime e os dados foram encaminhados ? Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

{n}Inundação em residência{/n}

Os guardas civis compareceram na Rua João de Oliveira, número 798, para atender a um caso de inundação em residência. Segundo o proprietário, sua casa sofreu inundação em razão do terreno localizado nos fundos do seu ter sido reformulado e o declive está em direção da sua casa.

{n}Fiscalização de alvará{/n}

Um bar instalado na Avenida Vital Brazil vistoriado pela GCM acabou lacrado na noite deste domingo, por causa de um parecer do Setor do ISS, da Prefeitura Municipal. O estabelecimento não pode utilizar música e isso não teria sido respeitado pelo proprietário. Ele alegou não ter sido comunicado por escrito. Acionada a Policia Militar (PM) e o lacre efetivado, sendo o proprietário orientado a regularizar sua situação.

{n}Ato obsceno{/n}

Em ronda de rotina pelo Paço Municipal, o GCM deparou-se com um grupo de pessoas praticando atos obscenos (não especificado no relatório). Foram orientados a cessar, porém se revoltaram e praticaram vandalismo pelo local. Não contentes, deram vários chutes contra a porta principal da Prefeitura Municipal onde foi necessário o uso da arma não letal – Taser. As partes foram encaminhadas ao Plantão Policial.