Marginais estouram teto de lojas na Rua Amando de Barros

A Polícia Militar registrou na tarde deste domingo (16) a dois casos de furto qualificado cometidos em lojas vizinhas da Rua Amando de Barros que é o maior corredor comercial da Cidade. As lojas lesadas foram: Carrega Cine Foto e a Eclipse, que comercializa bijuterias. Para entrar nas lojas os marginais vieram pelo telhado e estouraram o forro. Da Carrega levaram três máquinas fotográficas e da Eclipse vários objetos e bolsas.

O interessante é que ambas as lojas são dotadas de alarmes sonoros, mas os marginais conseguiram neutralizá-los o que pode caracterizar que sabiam como desativar os dispositivos. Ele também tiveram o cuidado para cortar a linha telefônica.

“Tive um dia bastante cheiro durante domingo tirando fotos e ao chegar ? loja para deixar o material percebi que a loja havia sido invadida e acionei a polícia. Só depois é que fiquei sabendo que os marginais também haviam entrado na loja vizinha”, disse José Roberto Carrega, que não escondeu seu desalento. “O crime mexeu comigo, pois deixou uma sensação de impotência, de desânimo. Não pela perda do material, mas sim pelo fato de ter a privacidade invadida dessa maneira”, disse o empresário.

Na loja Eclipse uma situação estranha foi detectada pelos funcionários que executavam o conserto. “Não dá para saber o motivo, mas os ladrões que entraram na loja estouraram o forro em três lugares diferentes do salão. Não deu para entender porque fizeram isso, já que com apenas um buraco chegariam ao piso da loja, sem problemas”, disse José Sérgio.

Os policiais especializados da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) compareceram nas duas lojas arrombadas na manhã desta segunda-feira (17) com o intuito de colher pistas que possam ajudar a identificar os marginais. Semanas atrás outros dois estabelecimentos comerciais vizinhos (escritório do Sistema Prever e loja Gold & Silver), na Rua Amando de Barros, também foram invadidos em situação semelhante.

Fotos: Valéria Cuter