Linha “Chilena” corta retrovisor de carro na Gastão Dal Farra em Botucatu; veja vídeo

 

Um morador do bairro Maria Luíza colocou fotos e um vídeo no facebook depois de ter o carro atingido por uma linha cortante na entrada do bairro, na Rodovia Gastão Dal Farra, nesta terça-feira, 03. Em épocas de férias é comum o grande movimento de crianças e adolescentes soltando pipa no acostamento desta pista entre os conjuntos habitacionais Maria Luíza e Santa Maria.

“Hoje pela Rodovia Gastão Dal Farra, sentido Maria Luiza a 300 metros da entrada do Daruma crianças soltavam pipa com essa porcaria de linha com cortante “linha chilena”. Quando passei com meu carro, olhem o que aconteceu. Espero que atitudes sejam tomadas, pois quando acontecer de matar um motoqueiro ou ciclista aí já é tarde demais para atitudes serem tomadas. Pessoas que utilizam esse tipo de linha deveriam responder como homicídio doloso, quando a intenção de matar pois crianças ou até marmanjos que utilizam dessa linha, tem a consciência que pode matar alguém”, disse Paulo Mancim na postagem.

No vídeo gravado por Paulo é possível perceber que a linha cortou o retrovisor do veículo, que é feito de um material bastante resistente. “Imagina se fosse o pescoço de um motoqueiro. Olha o tanto de linha que arrastou”, disse ele no vídeo.

O Acontece Botucatu conversou com outra moradora do Maria Luíza, que também presenciou pessoas soltando pipa com linha cortante. “Já enroscou linha no meu carro. Quando estou de moto, procuro dar a volta pelas ruas que sei que não tem ninguém soltando pipa e passo bem devagar porque estou sem antena. Mas já caiu pipa em casa e a linha era com cerol. E você vai fazer o que? Principalmente porque tem muito “marmanjo” soltando pipa junto”, disse a mulher que preferiu não ter o nome divulgado.

Acidentes

Vários acidentes envolvendo linha cortante já foram registrados em Botucatu. As vítimas, geralmente são motociclistas e ciclistas, que ficam com o pescoço e outras partes do corpo vulneráveis enquanto trafegam pelas ruas. No final de 2015 um motociclista foi socorrido pelo SAMU depois de ter o rosto ferido por uma linha cortante no Jardim Itamarati.

Geralmente o cerol é feito com uma mistura de cola com caco de vidro moído que, posteriormente, é aplicada às linhas de pipas com o intuito de cortar a linha de outras pipas adversárias. Também são comercializadas linhas cortantes prontas, chamadas de linhas Chilenas. O saldo dessa irresponsabilidade são deixados pelas ruas, como pedaços de linhas praticamente invisíveis aos olhos de quem trafega conduzindo veículos ciclomotores.

Em Botucatu existe uma lei que multa em R$ 1mil reais quem for flagrado usando esse tipo de material. A fiscalização é feita pela Guarda Municipal, que recebe as denúncias pelo telefone 199.