Jovem se suicida em via pública no Bairro Alto

Por motivos que ainda não foram devidamente esclarecidos, um jovem músico de 24 anos de idade, cometeu suicídio na madrugada deste sábado de Natal, na Rua professor Fornos, em frente ao número 511, região do Bairro Alto, em frente a uma casa desabitada. O caso foi atendido pelos policiais militares Douglas, Garcia, Luiz e Forner. O nome, a pedido da família, foi omitido da matéria.

O que chamou a atenção foi a maneira como esse jovem tirou sua própria vida. Consta que ele amarrou uma corda fina de nylon (varal) no muro da casa a uma altura de 1,30 metros, do lado de fora, ou seja, na calçada, passou a corda pelo pescoço e se ajoelhou colocando todo o peso do seu corpo.

Foi encontrado no início da manhã por um transeunte que passava pela calçada. “Essa testemunha quando viu o corpo naquela situação cortou a corda, mas o jovem já estava morto”, comentou o policial Douglas.

O Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado pelo delegado Marcelino Aparecido Ferreira no Plantão Permanente e o inquérito será instaurado no 4º Distrito Policia (DP) pela equipe do delegado titular Marcos Sagin Campos. Nesses casos é apurado se alguém ajudou ou induziu a vítima a tirar sua própria vida.

{n}Mais um{/n}

Também está correndo pelo do 4º Distrito Policial o inquérito sobre mais um caso de suicídio ocorrido esta semana, tendo como vítima um cidadão de 42 anos de idade. Ele foi encontrado enforcado em uma árvore num local conhecido como Pasto do Carmeluchi, na Estrada da Serra da Bocaina por volta das 9 horas da manhã de terça-feira.

Da estrada não se podia perceber o corpo na árvore, mas pelo estado de enrijecimento do cadáver, a hipótese mais provável é que ele tenha cometido o suicídio entre a noite de segunda-feira e a madrugada de terça-feira. Ele morava na Rua João Passos, região central da cidade.