Jovem dependente de crack procura auxílio

Um cidadão botucatuense de 24 anos de idade procurou a Guarda Civil Municipal (GCM) na sede da instituição, na Rua Victor Atti, Vila dos Lavradores, solicitando auxílio ao Programa de Atendimento Familiar e ao Idoso (PAFI). Relatou que é dependente de crack, droga que conheceu e experimentou numa missão de paz no Haiti em 2007. Desde então, nunca mais conseguiu se livrar da dependência química.

Os agentes Lazarini, Nogueira e Pasti recepcionaram o cidadão, que foi encaminhado ao Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Droga (CAPS), onde foi atendido pelo médico Jansen Furlan responsável pelo atendimento médico daquele local. Após a entrevista, o rapaz se comprometeu a comparecer na próxima segunda para passar por exames e num segundo momento provavelmente será internado para que possa ser realizado tratamento contra o vicio.

A PAFI que foi, recentemente, foi implantada pela Guarda Civil Municipal, visa fornecer subsídios para a prestação de atendimento de qualidade a famílias em situações de conflitos e aos idosos. Além disso, uma de suas diretrizes é voltada ainda para o atendimento ? s pessoas em situação de vulnerabilidade devido a questões ligadas a gênero, idade, condição social, deficiência, entre outros.