Jovem de 18 anos pode ter morrido de overdose de cocaína

Um caso que foi registrado como “morte suspeita” foi atendido pelos agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) da Silva e Edinéia, com o inspetor Iwerton, na noite desta quarta-feira, na Rua Irmãos Cassetari, região do Jardim Monte Mor. Uma jovem chamada Francieli Andressa de 18 anos de idade, morreu em via pública, provavelmente, por ingestão de uma overdose de cocaína.

Acionados para comparecer ao local para atender uma informação passada ao telefone 199, a guarnição da GCM compareceu no local onde já se fazia presente uma viatura com profissionais do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que havia realizado os primeiros atendimentos ? vítima, mas ela já havia entrado em óbito.

Uma adolescente de 17 anos esclareceu que havia se encontrado com a vítima no Jardim Monte Mor e foram juntas até uma cachoeira existente nas proximidades daquele bairro. No local a vítima começou a sentir-se mal, sangrar pelo nariz e morder os lábios e em decorrência veio a perder os sentidos. A testemunha solicitou ajuda ficando no aguardo do socorro, com a vítima nos braços.

Após a constatação do óbito foi acionada a autoridade policial que compareceu ao local, juntamente com sua equipe, realizando as demais providências cabíveis, sendo elaborado o Boletim de Ocorrência (BO) de natureza “morte suspeita” a investigar pelo delegado Emerajal Torres.
Informações colhidas pela reportagem indicam que a jovem tinha resíduos de um pó branco nas narinas, o que aumente a suspeita de morte por ingestão acentuada de cocaína, acarretando uma overdose.

De acordo com a delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Simone Alves Firmino Tuono, será instaurado o inquérito policial para apurar as causas dessa morte e ouvir testemunhas que serão arroladas nesse processo. “Também vamos aguardar o laudo necroscópico que irá nos posicionar sobre as causas dessa morte”, destacou a delegada.

Foto: Valéria Cuter