Jovem de 18 anos é lesionada com golpes de estilete

Um caso de lesão corporal dolosa foi atendido pelos policiais militares tenente Bruno e soldado Carvalho, na noite desta terça-feira, por volta das 23 horas, no cruzamento das ruas Joaquim Lira Brandão com a Manoel Gamito, na Vila Nogueira, nas proximidades da Cecap, tendo como vítima uma jovem de 18 anos de idade, que estava caminhando quando foi abordada por um homem de 36 anos de idade, identificado como Carlos Eduardo.

De acordo com o que está descrito no Boletim de Ocorrência (BO) este homem a agarrou e gritava pedindo que ela lhe devolvesse R$ 50,00 que, supostamente, teria roubado. Para se livrar do agressor a mulher teria aplicado uma tapa em seu rosto e isso teria enfurecido o homem que aplicou três golpes de estilete (não especificado), atingindo um dos seios, a barriga e o abdome.

Depois de agredir a mulher o homem fugiu se embrenhando em um matagal, mas foi localizado pelos policiais que contaram com apoio de testemunhas que visualizaram onde ele havia se escondido. A mulher foi encaminhada ao Pronto Socorro (PS) Regional, na Vila Assunção, onde recebeu os cuidados médicos sendo constatado que os golpes não atingiram nenhum órgão vital.

No Plantão Permanente o indiciado revelou que havia confundido a jovem com uma prostituta com quem havia feito um programa sexual. Segundo ele a mulher teria lhe furtado R$ 50,00. Após prestar depoimento ele foi liberado e responderá ao processo em liberdade. O estilete usado pelo agressor não foi localizado.