Já vigora na região a “Operação Fim de Ano” da Rodoviária

A Polícia Militar Rodoviária já colocou em prática a “Operação Fim de Ano”, em todo Estado de São Paulo que se prolonga até as 12 horas do dia 2 de janeiro de 2013. Durante esse período, a polícia trabalha com todo seu contingente operacional e administrativo em diferentes pontos das estradas. No caso da região de Botucatu a fiscalização mais acentuada será nas rodovias Marechal Cândido Rondon (SP-300), Presidente Castello Branco (SP-280), Geraldo Pereira de Barros (SP-191) e João Melão (SP-255). A operação se prolonga até as 12 horas do dia 2 de janeiro de 2013

O comandante do policiamento rodoviário da região de Botucatu, tenente Ricardo Maganha (foto), orienta que a exemplo de outras operações especiais, e com o objetivo de reduzir o número de acidentes e de vítimas, os policiais dispensarão atenção especial ? fiscalização da documentação dos veículos e condutores, respeito ? s normas de trânsito, consumo de bebidas alcoólicas e drogas como maconha e cocaína, tanto nas fiscalizações de rotina quanto nos atendimentos de acidentes de trânsito, submetendo os condutores aos exames, testes e perícias previstas na legislação em vigor.

“A polícia alerta que o motorista flagrado dirigindo sob a influência de álcool será penalizado com multa e terá o veículo retido e suspenso o direito de dirigir por doze meses, além de responder criminalmente pela sua conduta, dependendo das circunstâncias, com pena de detenção de seis meses a três anos”, alerta o comandante, observando que a operação também prevê apreensão de armas ilícitas.

Outra preocupação da Polícia Rodoviária será com os motoristas que estiverem dirigindo em velocidade acima do permitido. “Os patrulheiros estarão espalhados em pontos estratégicos das rodovias munidos com radares eletrônicos”, diz Maganha, lembrando que o motorista deve planejar sua viagem definindo o roteiro, anotar telefones de emergência, a localização das bases da Polícia Rodoviária e dos pontos de apoios localizados nas rodovias.

“Deve ser feito uma revisão geral do veículo, com atenção especial aos freios, sistema elétrico, equipamentos obrigatórios e a documentação de porte obrigatório”, enumera o comandante rodoviário, lembrando que “bebida alcoólica e drogas não combinam com direção segura e não é indicado iniciar a viagem logo após uma refeição completa”.

{n}Recomendações úteis {/n}

O Policiamento Rodoviário recomenda cuidados especiais aos usuários das rodovias, sejam condutores, passageiros ou pedestres, dentre os quais:
• o planejamento adequado da viagem, com a definição do itinerário, anotação de telefones de emergência, localização das bases da Polícia e de pontos de apoio para eventuais paradas;
• a revisão das condições gerais do veículo antes de iniciar a viagem, com atenção especial aos equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e sinalização do veículo, combustível e documentação de porte obrigatório;
• o respeito ? proibição da ingestão de bebidas alcoólicas ou de outras substâncias que alterem a capacidade de direção do veículo;
• a rigorosa observância das normas e da sinalização de trânsito, especialmente quanto aos limites de velocidade e ? s ultrapassagens em locais proibidos;
• que não iniciem ou prossigam a viagem cansados ou com sono;
• a utilização dos faróis baixos acesos também durante o dia nas rodovias, prática que promove maior visibilidade aos veículos;
• a utilização do cinto de segurança em todos os assentos do veículo;
• a correta acomodação das bagagens;
• e a atenção especial ? s regras e equipamentos exigidos pela legislação para o transporte de crianças em veículos automotores.

{n}Manutenção veicular {/n}

* Desgaste dos pneus – Pneus muito desgastados, ou com desgaste irregular, podem prejudicar aderência e afetar a estabilidade do carro. De acordo com a legislação de trânsito, as ranhuras do pneu devem ter, no mínimo, 1,6 mm de profundidade.
* Calibragem dos pneus – Pneus calibrados corretamente, de acordo com o manual do proprietário, aumentam a estabilidade do veículo, reduzem o risco de corte na borracha e contribuem para a integridade da estrutura interna do pneu.
* Alinhamento e balanceamento – O alinhamento e o balanceamento são importantes para minimizar os desgastes da suspensão do veículo, além de contribuir para a manutenção da dirigibilidade e do consumo de combustível. É imprescindível verificar alinhamento e balanceamento antes de uma viagem porque há muitos fatores que os desregulam, como passar por buracos nas ruas ou subir em guias de calçadas. Um carro desalinhado provoca desgaste irregular dos pneus.
* Óleo do motor – nível e validade – O óleo serve para lubrificar o motor. Com o uso do carro, ele perde sua viscosidade e deixa de cumprir sua função. Por isso, é vital que o óleo seja trocado nas datas recomendadas pelo fabricante. É importante ainda manter o óleo do motor no nível indicado, entre os dois traços da vareta.
* Nível da água do radiador – Antes de pegar a estrada, é preciso verificar o nível da água do radiador, que serve para manter a temperatura do motor. Se o motor “esquentar” muito, ele pode fundir – e você ficará a pé. Tome cuidado ao abrir a tampa do reservatório de água com o motor aquecido.
* Fluido do freio – É o fluido de freio que impulsiona o sistema que faz o veículo brecar. Se a quantidade do fluido estiver baixa, ou o produto estiver com prazo de validade vencido, a eficácia do freio pode ficar comprometida. É recomendada a troca do fluído uma vez por ano. Vale também checar as pastilhas e discos para evitar problemas na estrada.
* Lavadores dos vidros e palhetas – Palhetas ressecadas não limpam o vidro direito e ainda podem arranhá-lo. A troca pode ser feita em postos de gasolina. O reservatório deve ser reabastecido com água e se possível com uma solução de detergente.
* Sistema elétrico – O nível de carga da bateria e o funcionamento dos faróis e desembaçadores são alguns dos pontos importantes a serem checados antes de cair na estrada.
* Validade da documentação e seguro – O condutor do veículo precisa portar durante a viagem a Permissão para dirigir ou a Carteira Nacional de Habilitação, além da documentação do veículo (CRLV) Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. Se você tiver seguro do veículo, lembre-se de levar o telefone da seguradora.
* Validade do extintor de incêndio – Certifique-se que o extintor de incêndio esteja dentro da validade. É importante também ter as instruções de uso para saber o que fazer na hora de uma emergência.
* Triângulo, macaco, chave de roda e chave de fenda – Antes de pegar a estrada, confira se o carro está equipado com triângulo, macaco, chave de roda, chave de fenda e outros equipamentos obrigatórios essenciais em situações inesperadas. Vale também levar na bagagem pequenas peças de reposição, como fusíveis, velas e lâmpadas.