Irmãos são flagrados praticando caça ilegal de pássaros

Na tarde desta terça-feira (11) os policiais militares 2º Pelotão de Policia Militar Ambiental de Botucatu com o cabo Moreno, cabo Bergamaschi e soldado Viotto, tendo apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), com o Inspetor Destro e o agente Pedro, realizaram uma operação de caça ilegal de pássaros silvestres e captura de procurado da Justiça.

Em atendimento a denúncia que versava sobre caça de passarinhos com uso de gaiola e alçapão, os policiais deslocaram-se até a entrada da Cachoeira da Marta, zona rural do Município, onde localizaram os irmãos Edivaldo (41) e Marcos Roberto Bérgamo (43). Próximo a eles havia, em um palanque de cerca, uma gaiola com um alçapão armado e no interior da gaiola cinco pássaros de espécie conhecida popularmente como coleirinha.

Ao serem indagados, Marcos Roberto assumiu a propriedade das gaiolas, informando que estava caçando por lazer e que depois pretendia soltar os passarinho. Procedida verificação sobre antecedentes criminais, foi constatado que Edivaldo possuia passagem, mas não constava o artigo e Marcos constava como procurado por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Em ato continuo, foi efetuada diligência nas residências de ambos, onde foram apreendidos mais seis pássaros da fauna silvestre, sendo: um sabiá laranjeira, um pintassilgo, três coleirinhas e um bigodinho. Os passarinhos encontravam-se ariscos.

Tendo em vista o fato constituir-se em crime ambiental, ambos foram apresentados no 3º Distrito Policial (DP), onde o delegado Antenor de Jesus Zeque elaborou o Auto de Exibição e Apreensão dos passarinhos, gaiolas e alçapão, sendo os passarinhos soltos em seu habitat natural. Marcos foi recolhido ? cadeia publica, por estar procurado por pensão alimentícia e Edivaldo foi liberado, mas irá responder processo por crime contra a natureza.

{bimg:18211:alt=interna1:bimg}