Industriário é acusado de furtar várias peças de empresa

Em cumprimento a um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça, na Rua 13, região da Cohab 1, policiais do Serviço de Inteligência da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), esclareceram casos furtos cometidos por um cidadão (C.L.P.R.) contra a uma empresa multinacional de Botucatu.

Nessa casa onde funciona uma oficina de motos, foram apreendidos dezenas de brocas de diferentes medidas, facas de estilete e mandris industriais. Um dos mandris foi trazido na manha desta sexta-feira (30), já que o acusado estava trabalhando no período noturno.

Questionado pelo investigador Marcos sobre sua maneira de agir para burlar a vigilância da portaria da empresa ele teria dito que colocava os produtos no bolso da calça. Alegou, ainda, que grande parte dos produtos encontrados em sua casa havia ganhado de um amigo que também foi funcionário da empresa e que havia sido demitido.

“É uma situação delicada e esse rapaz prejudicou o futuro dele na empresa por causa de materiais que não valem muita coisa. Agora, embora não tenha sido recolhido ? Cadeia Pública porque não foi caracterizado o flagrante ele acabou perdendo o emprego”, disse o investigador.