Idoso foge da polícia e por pouco não atropela crianças em Botucatu

Na tarde desta sexta-feira, 13 de maio, a Polícia Militar de Botucatu deteve um homem de 65 anos após perseguição entre os bairros Vila dos Lavradores e Vila Antártica. Tudo começou na Rua Major Matheus, em frente à praça Cavalheiro Virgílio Lunardi, quando os Policiais da Base Móvel, Sargento Domingos e Soldado Lucas, deram sinal de parada para um motorista de 66 anos, que a bordo de um Ford Mondeo vinho, não obedeceu ao pedido e empreendeu fuga.

Dirigindo em alta velocidade pelas vias, inclusive na contramão de direção, o comerciante foi perseguido pelos policiais, até que ao sair da rua Donato Di Credo e adentrar na João Gotardi, colidiu com um GM Corsa Prata que era conduzido por uma mulher que não teve a identidade divulgada.

“Foi uma loucura, pedimos calmamente para ele parar e ele não obedeceu, momento que acelerou o carro. Mesmo com as dimensões e peso da base móvel, conseguimos fazer o acompanhamento do veículo suspeito. Ele entrava em alta velocidade na contramão e quase atropelou duas crianças na saída de uma creche”, disse ao Acontece Botucatu o Soldado Lucas.

A ocorrência foi levada para a 2ª Central de Polícia Judiciária, onde a autoridade policial elaborou o boletim de ocorrência de direção perigosa. O comerciante estava com hematomas pelo rosto após a batida e se mostrou arrependido.

“Não sei o que deu em mim, não sei como fiz isso. Eu estou com a documentação vencida e por isso sai correndo. Nunca fiz nada de mal, nunca tive passagem, mas hoje fiz isso”, disse O motorista.

Segundo informações da Polícia, o pai das crianças que quase foram atropeladas também tentou ir atrás de Raimundo para tirar satisfação. Questionado sobre o fato, o comerciante disse que estava arrependido. “Eu devia ter parado, sei o que quase causei. Desculpa”, colocou.