Homicida terá seu destino decidido nessa quinta-feira

Nesta quinta-feira (19), acontece no auditório da Ordem dos Advogados de Botucatu (OAB) – Subsecção de Botucatu o julgamento do réu Lourivaldo Pereira dos Santos, que foi denunciado pela Promotoria Pública como autor do assassinato de Reginaldo de Paula, processo nº 01/11.

Os trabalhos em plenário serão presidido pelo juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca Marcus Vinícius Bachiega, tendo na acusação o promotor de Justiça, Marcos José de Freitas Corvino. De acordo com o que está descrito na denúncia, o assassinato aconteceu dia 2 de março de 1997, por volta das 21 horas, na Avenida Dois, quadra 8, em frente ao lote 15, região do Jardim Santa Elisa.

Na ocasião dos fatos, Reginaldo teria se armado de uma faca e ido até a casa de Lourivaldo, com o braço machucado, para tirar satisfação sobre uma agressão que teria sofrido no bairro (por culpa de Lourivaldo). Após a discussão, o réu teria se apoderado da faca e desferido golpes contra seu oponente causando-lhes lesões que o levaram ? morte.

O defensor de Lourivaldo será o advogado criminalista Roberto Fernando Bicudo que deverá defender a tese de legítima defesa. “Acredito que o réu nada mais fez do que defender a própria vida, pois a vítima foi até sua casa armado com o propósito claro de matá-lo. É isso que iremos passar para os senhores jurados”, adiantou Bicudo.