Homem estoura banca de jornal na praça da Vila Maria

Fotos: Valéria Cuter

A inspetora Cintia com os agentes Paula e Amâncio, da Guarda Civil Municipal (GCM) realizaram a prisão em flagrante de um cidadão chamado Luciano Loreno Bueno, de 32 anos, na manhã desta sexta-feira (22), na Praça da Igreja Nossa Senhora Menina, na Rua João Moratto da Conceição, região da Vila Maria.

Por volta das 7 horas a proprietária da banca de jornais e revistas instalada naquela praça, foi informada de que havia um rapaz arrombando as portas do seu estabelecimento comercial. “Quando cheguei com uma amiga ele já estava dentro da banca e ao perceber nossa presença saiu correndo levando várias carteiras de couro deixando as portas arrombadas”, salienta a proprietária Salete.

Ela acionou a Guarda Municipal que, depois de um trabalho de patrulhamento, localizou o acusado no Centro de Atendimento ao Migrante Itinerante e Mendicância (CAMIM), onde havia pernoitado com sua companheira. “Ele saiu do CAMIM foi até a Vila Maria para cometer o crime, mas quando retornou para tomar café nós efetuamos sua prisão”, conta a inspetora Cintia.

Ele foi apresentado ao delegado da 2ª Central de Polícia Judiciária (CPJ), Antenor de Jesus Zeque e enquadrado em crime de furto qualificado, sendo determinado seu recolhimento ? Cadeia Pública.

Na delegacia Bueno, que tem dois RGs com nomes diferentes, ressaltou que é do Rio Grande do Sul e havia parado em Botucatu para um descanso. Confessa que já foi preso por crime de roubo e permaneceu preso por cinco meses. “Eu não roubava nada e só estava lá (na banca) me escondendo do frio, patrão. A porta já estava arrombada quando cheguei. Agora só quero ir para Tatuí”, disse.