Homem é brutalmente assassinado em Rubião Júnior

Fotos: Luiz Fernando

Um caso de homicídio com requintes de muita crueldade foi registrado na manhã desta terça-feira (9) em uma plantação de eucaliptos entre as ruas José Batista com a Orlando Pezavento, no Jardim Botucatu, Distrito de Rubião Júnior.

Um homem aparentando 30 anos de idade, sem nenhuma documentação pessoal, foi encontrado semi-degolado e com quatro perfurações de faca no abdome, duas na perna direita e uma no tórax. Outras várias perfurações foram identificadas no rosto da vítima. Também foi encontrado nas proximidades do corpo varas de eucalipto manchadas de sangue, que foram usadas para bater contra a cabeça da vítima e uma faca comum de mesa de cozinha (serra).

Em razão do estado em que o corpo estava, foi impossível um reconhecimento imediato e o caso passou para o setor investigativo da Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e 2ª Central de Polícia Judiciária. “O trabalho foi iniciado e nas próximas horas o homem deverá ser identificado. Esse é o primeiro passo para o esclarecimento do crime”, previu o policial Afonso da DIG.

Uma testemunha que pediu que seu nome não fosse divulgado e que mora na Rua Gereone Rubin (paralela ? rua onde o crime foi cometido) revelou que por volta das 21h50 de segunda-feira (8) um homem gritando por socorro pulou o muro de sua casa. Em seguida outras pessoas também pularam o muro e arrastaram o homem para fora. Um dos seus sapatos ficou na rua.

“Fiquei com medo de abrir a porta, porque não sabia o que estava acontecendo e chamei a Polícia Militar que veio depressa, mas o homem já tinha sido levado. Não sei se isso tem alguma ligação com esse corpo que foi encontrado”, disse o morador.