Homem de 71 anos morre com cinco facadas na zona rural

Um cidadão de nome Ordávio José da Silva, conhecido pela alcunha de “Baianinho”, de 21 anos de idade, está sendo procurado pela rede policial de Botucatu por ter sido apontado como o autor do assassinato cometido contra um senhor de 71 anos de idade, chamado Abelardo Borges da Silva, na madrugada desta quarta-feira (21). A vítima era caseiro da Chácara conhecida como “Sitio do Vinícius, que fica em uma área desmembrada da Fazenda MAC, dividida em 49 lotes, na zona rural do Município. Além de matar Abelardo Silva, Baianinho também esfaqueou sua mulher, Henrica Dantas Bueno, de 70 anos.

Segundo o que foi apurado no local, o casal de idosos estava no interior da casa juntamente com uma adolescente (neta) de 15 anos, quando ouviram um barulho do lado de fora da residência. Ao abrir a porta para ver o que estava acontecendo, Abelardo surpreendeu Baianinho que, usando uma faca de 30 centímetros de lâmina, desferiu cinco golpes, atingindo a região do seu tórax e pescoço. A mulher, na tentativa de defender o marido, também foi atingida com três facadas que atingiram sua mão, antebraço e rosto.

A adolescente ao ver os idosos caídos, saiu correndo foi até uma casa vizinha onde acionou os policiais militares Márcio e Gonçalves, que ao chegarem ao local chamaram outras viaturas para que socorro ? s vítimas fosse prestado. “Inicialmente, fomos informados que no local estava ocorrendo um roubo, mas ao chegarmos percebemos que a situação era muito mais grave. O homem estava agonizando e a mulher sangrando muito. Os dois foram encaminhados ao Pronto Socorro (PS) da Unesp, mas o senhor Abelardo não resistiu e acabou falecendo”, revelou o policial Márcio. A mulher foi medicada e, posteriormente, liberada.

Segundo apurou os policiais, o crime aconteceu por vingança. Baianinho, que mora em um sítio nas proximidades pretendia namorar a adolescente, mas o casal de idosos não permitia. Em represália a esta recusa, teria se deslocado até a casa se armando com a faca e com uma réplica de pistola automática, cometido o crime e fugido.

Na averiguação feita nas imediações do crime pela PM, foi localizada a faca e a réplica de pistola. “Também nos deslocamos até o sítio onde Baianinho mora, mas ele não estava no local. Possivelmente, se refugiou no matagal, já que conhece bem aquela região do Município. Agora toda rede policial está empenhada em localizar o autor desses crimes”, frisou o policial Márcio. O Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado no Plantão Permanente pelo delegado Marcos Sagin de Campos.

Ainda pela manhã, a reportagem do jornal Acontece esteve acompanhando a visita que o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo e o investigador Vergílio fizeram a esta mulher que foi vítima do ataque de Baianinho. Ela narrou com riqueza de detalhes desde o momento em que o homicida chegou ? casa até quando fugiu pelo matagal. “Ele falava a todo o momento que queria levar a L. (neta) embora e nós entramos em luta com ele a acabou acontecendo tudo isso”, lembra a mulher.

Para o delegado Celso Olindo a prisão de Baianinho é uma questão de tempo. “Acreditamos que ele esteja refugiado no matagal já que conhece bem esta região, mas não poderá ficar no mato por muito tempo e deverá ser preso a qualquer momento”, previu Olindo.

Fotos: Valéria Cuter