Homem de 30 anos é acusado de molestar uma criança de sete

Um caso registrado em Boletim de Ocorrência (BO) como estupro de vulnerável foi registrado na noite deste sábado no Plantão Permanente, tendo como vítima uma garota de sete anos de idade. Ela esteve no plantão acompanhada dos seus pais que não esconderam a revolta e o inconformismo com a atitude do agressor. Obviamente, o nome da vítima e dois pais serão mantidos em sigilo.

O crime aconteceu na Rua Turíbio Colino, região da Cohab I e por muito pouco o acusado, de nome Nilton Alessandro Florêncio, de 30 anos de idade, não foi agredido por moradores daquela localidade.

Segundo dados contidos em Boletim de Ocorrência, esse cidadão atraiu a menina para sua casa e passou a acariciar o seu corpo. Ela conseguiu escapar do homem e correu. O marginal ainda tentou fugir do local, mas foi interceptado por um morador de nome David Alex, que o imobilizou até a chegada da viatura.

Não fosse a chegada rápida dos policiais militares soldado Renê e policial feminina De Souza, o acusado poderia ter sido linchado pelos moradores já que a revolta contra ele era muito grande.

Os PMs conduziram o indiciado até Plantão Permanente onde a delegada Simone Alves Firmino, que também é titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), confeccionou o Boletim de Ocorrência (BO), enquadrou o indiciado em crime de estupro de vulnerável, determinando seu recolhimento ? Cadeia Pública de Conchas, onde são colocadas pessoas que cometeram crimes contra os costumes.

Vale lembrar que ao fazer o levantamento da ficha criminal do acusado foi constatado que ele estava com mandato de prisão decretado pela 1ª Vara de São Manuel e procurado pela Justiça por infração aos artigo 155 (furto qualificado) e 157 (roubo), do Código Penal Brasileiro (CPB).

Fotos: Valério A. Moretto