Homem agride ex-mulher e incendeia residência

Um caso de lesão corporal, danos e ameaça, seguido de um incêndio foi atendido pelos policiais militares cabo Renato e soldado Bianchi, na Rua Paulo Emílio D´Alessandro, nº 395, no Bairro Cedro, em Botucatu, na madrugada deste domingo.

A vítima foi uma mulher de nome Cibele Cristina Prado, de 31 anos. O acusado pelo crime foi o ex-marido desta mulher, Robson Luiz Ferreira Braga, 35, conhecido como Tampinha.

Acionados via Comando da Polícia Militar (COPOM), os policiais estiveram no local e encontraram a casa em chamas, sendo acionado o Corpo de Bombeiros que controlou o incêndio, mas não impediu a destruição da casa.

Fazendo averiguação sobre o fato, os policiais constataram que naquela casa, antes do fogo se propagar havia três crianças e dois adultos e tudo começou em razão de uma desavença entre o casal.

Cibele relatou que estava em sua casa conversando com um amigo quando Braga chegou e após uma ligeira discussão, deu um soco em seu rosto fazendo ameaças dizendo que ia matá-la e em seguida iria incendiar a casa com ela dentro. A ameaça de incendiar a casa foi cumprida, mas ninguém saiu ferido. Depois do crime Braga fugiu antes da chegada da polícia e está sendo procurado.

Na avaliação feita na casa pelos bombeiros constatou-se que as estruturas do imóvel foram seriamente comprometidas (inclusive com o deslocamento da coluna da parede) e está na eminência de um desabamento. A área foi isolada para evitar acidentes e a residência deverá ser, posteriormente, demolida.

O coordenador da Defesa Civil do Município, Domingos Chavari Neto esteve no local e já está tomando as providências que o caso requer. “Nesse caso não há nada que possa ser feito para preservar esse imóvel. A casa ficou bastante danificada e estaremos elaborando um relatório detalhado que será encaminhado ao gabinete do prefeito para que a demolição seja feita. Isso porque a família não tem condições financeiras de arcar com o pagamento do serviço”, frisou Chavari.

Fotos: Valéria Cuter