Guarda Municipal realiza 46 mil ações em 2012

Fotos: Valéria Cuter

Até a manhã desta quinta-fera (20) a Guarda Civil Municipal (GCM) havia registrado 46 mil ações durante o ano de 2012. Sem disparar um único tiro foram computados 21.700 atendimentos comunitários; 16.945 solicitações ao telefone 199; 3.903 patrulhamentos em próprios municipais; 1.207 atendimentos a perturbações do sossego; 1.070 patrulhamentos em escolas; 870 mediações de conflitos; 380 ações ambientais; 184 pessoas presas (104 em fragrante e 80 condenados capturados); 31 veículos apreendidos e 08 veículos recuperados.

Os números foram apresentados pelo comandante da GCM, Sérgio Luiz Bavia em solenidade realizada na sede da GCM que contou com a presença de autoridades ligadas a diferentes segmentos da sociedade. Compuseram a Mesa o prefeito João Cury Neto; o secretário de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos; o presidente da Câmara Municipal, vereador André Rogério Barbosa – Curumim; o delegado Celso Olindo; o tenente da PM Marcelo Noronha; o presidente do Conselho de Segurança, Clóvis de Almeida Martins e o comandante da Guarda Municipal, Sérgio Bavia.

Em seu pronunciamento, o secretário de Segurança Pública, delegado Adjair de Campos ressaltou que os números apresentados são frutos de um trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos quatro anos com as mudanças da metodologia do trabalho que foram aplicadas e assimiladas na área administrativa e operacional.

“Enfrentamos muitos desafios para mudar os conceitos e a maneira de trabalhar e hoje a nossa GCM é respeitada pela população e se tornou referência nacional. Procuramos, contando com total apoio do prefeito João Cury Neto, dar estrutura aos nossos agentes. Investimos na qualificação e capacitação para que pudéssemos desenvolver nosso trabalho, ganhar a confiança e ter credibilidade junto ? população. Desenvolvemos 46 mil ações sem disparar um único tiro”, disse Campos.

O secretário não deixou de enaltecer o trabalho conjunto que é desenvolvido, conjuntamente, com a Polícia Militar e Civil, em diferentes operações. “Esse sincronismo e a união das forças de segurança da Cidade foram de significativa importância para alcançarmos esses números e fazer da cidade de Botucatu nos dois últimos anos como a mais segura para se viver entre os municípios com mais de 100 mil habitantes. Essa é uma conquista de todos, pois ninguém faz nada sozinho”, frisa.

O prefeito João Cury Neto, que inicia um novo mandato a partir de 1º de janeiro do ano que vem, enfatizou que irá continuar a investir na GCM e sua intenção é aumentar ainda mais o quadro de agentes municipais. “No início do nosso mandato tínhamos uma guarda sem motivação, muito criticada e sem credibilidade perante a população, com sérios problemas institucionais. O erro não estava nos agentes e sim na gestão. Assumimos o desafio de modificar e foi iniciada uma nova metodologia de trabalho e de conduta, aproximando a guarda da população. Se ontem ela estava desacreditada, hoje é referência e orgulho para todos nós”, comparou o prefeito.

Também fizeram uso da palavra os representantes da Câmara Municipal, Conselho de Segurança, Polícia Militar e Polícia Civil. Todos foram unânimes em elogiar o trabalho que vem sendo feito, selando o compromisso de que as forças de segurança continuarão a trabalhar conjuntamente, em prol da população de Botucatu, para manter o índice da criminalidade sob controle.