Guarda Municipal chega a 80 mil ações em três anos

A Guarda Civil Municipal, vinculada ? Secretaria Municipal de Segurança, apresentou as estatísticas da corporação, que desde 2009 até o atual momento registrou 80 mil ações. Destaque para os mais de 34 mil atendimentos pelo telefone gratuito 199; 68 mil atendimentos comunitários; e 296 prisões efetuadas, 152 delas em flagrante.

Mas o maior presente foi anunciado pelo próprio prefeito João Cury Neto. Um projeto elaborado pelo Poder Público de Botucatu foi contemplado pelo Governo Federal, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Além de Botucatu, apenas outros 11 municípios brasileiros tiveram seus projetos aprovados em um processo de seleção que envolveu 268 cidades.
Serão destinados ? Guarda Civil Municipal, para o próximo ano, R$ 388 mil. O recurso deverá ser investido na aquisição de seis novos veículos, coletes balísticos, material de informática e mais de 600 horas de capacitação continuada aos 65 agentes da corporação.

Além da obra da Praça Coronel Moura (Paratodos), que a partir de 2012 será mais uma base fixa da GCM para monitoramento da região central, o prefeito ainda anunciou que para o orçamento de 2013 uma dotação específica será destinada para que a Guarda Municipal possa planejar um aumento do seu atual quadro de efetivo.

O secretário municipal de Segurança e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos, lembra que a Guarda Municipal completou cinco anos de existência em 2011 e que apesar de “nova” é referência para pelo menos 30 cidades do País. “Hoje a Guarda de Botucatu tem até profissional qualificado pela SWAT dos Estados Unidos. Conseguimos prender mais de 200 pessoas sem ao menos efetuar um único tiro isso porque nossos guardas têm preparo, inclusive acompanhamento psicológico credenciado pela Polícia Federal”, destaca.

Mais do que investimentos em infraestrutura, o prefeito João Cury Neto reforça que a GCM de Botucatu conquistou a confiança da população devido os conceitos e valores implantados dentro da corporação. “Os agentes são os mesmos de cinco anos atrás. Então, o que mudou? Mudou o princípio e os exemplos que eram dados no comando e respaldo para com a entidade que era criticada constantemente pela população. Hoje, nossa Guarda é comunitária sem deixar de ser firme e preparada”, salientou.

O Chefe do Executivo Municipal também rasgou elogios aos projetos “Patrulha da Paz”, que atendeu 1.520 crianças de dez escolas municipais, e o “Cidadania e Civismo” que trouxe mais de 4,3 mil crianças até a sede da GCM. “Esse é um trabalho silencioso, mas que gera uma revolução em nossa sociedade já que estamos preparando o cidadão do futuro. Espero que a partir de 2012 todas as escolas sejam abrangidas por estes projetos”, completou.

{n}Segurança consolidada{/n}

Em três anos a Guarda Civil Municipal, em parceria com as demais forças policiais, provocou uma verdadeira revolução positiva no sistema de segurança pública de Botucatu, que em 2010 foi intitulada pelo Governo do Estado a cidade mais segura com mais de cem mil habitantes.

Um bom exemplo pode ser visto no Terminal Rodoviário, porta de entrada e saída do Município, que, atualmente, não registra sequer uma ocorrência devido a presença de uma base da GCM no local que também é, constantemente, monitorado por câmeras. Tal espaço público chega a registrar a circulação de 1.500 pessoas por dia.

O Poder Público também já prepara para 2012 a instalação, no prédio da Prefeitura, de uma Central de Controle de Operações, que irá unificar tanto os monitoramentos na parte de segurança quanto de trânsito e transporte público. Atualmente, a GCM monitora 86 prédios públicos municipais e com oito câmeras observa atentamente tudo o que acontece na Praça do Paratodos e ruas Major Matheus (Vila dos Lavradores) e Amando de Barros (Centro).

Em 2011 a Guarda Municipal ainda implantou o projeto “Corujão”, que tem o objetivo de aproximar a comunidade escolar que frequenta o período noturno das demais forças de segurança. Os encontros, que contam com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), têm a missão de levar informação e orientação ? população sobre violência doméstica, mediação deonflitos, perturbação do sossego público, drogas, entre outros assuntos.

A Defesa Civil é outro braço que foi reestruturado pela atual Administração Municipal. Com viatura totalmente equipada, ela agora atende mais prontamente o socorro da população. Em parceria com outras secretarias como Assistência Social e Obras, a Defesa Civil conseguiu efetuar 1.400 ações preventivas, assistenciais e reconstrutivas para evitar ou minimizar os desastres naturais ou demais incidentes.

{n}Outras estatísticas {/n}

3.138 patrulhamentos escolares;
1.335 ações ambientais e rurais;
124 veículos apreendidos;
32 veículos recuperados produtos de furto e roubo

{bimg:28158:alt=interna1:bimg}