Guarda Civil atende crime de lesão corporal

Atendendo solicitação feita via 199 o Grupo Especializado de Patrulhamento com Motocicletas (Gepom) formado pelos guardas municipais Regina e Prado se deslocou até a Rua Adeodato Faconti, Jardim Brasil, onde munícipes ouviram pedido de socorro partindo de uma residência.

Os agentes confirmaram os gritos de socorro e arrombaram a porta, visualizando uma senhora de 51 anos sendo agarrada por um senhor de 42 anos aparentemente sob o efeito de bebida alcoólica e bastante agressivo que a estava impossibilitando de sair da residência. Foi necessário o uso de força física moderada para conter o mesmo.

A vítima informou que é ex-amásia do agressor e que estavam separados a cerca de dois meses e que havia ido até o local para retirar alguns pertences, porém ao chegar o homem alcoolizado impediu sua saída da residência momento em que ela gritou por ajuda.

O casal foi encaminhado ao Plantão Policial Permanente onde o delegado Marcelino Aparecido Ferreira após tomar ciência dos fatos elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de natureza lesão corporal e após orientação a vitima foi categórica em afirmar que não queria representar contra seu agressor.