GCM treina para atuar frente a grupos vulneráveis

Teve início nessa segunda-feira (2) e deverá se prolongar por todo mês de setembro treinamento para os 60 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu para Atuação Policial Frente aos Grupos Vulneráveis. Ele é viabilizado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e busca fornecer subsídios para prestação de atendimento qualificado a grupos mais suscetíveis ? violação de seus direitos devido a questões de gênero, idade, condição social, deficiência e orientação sexual.

O curso terá carga horária de 60 horas e será realizado na modalidade de ensino ? distância, por meio do portal da Senasp. Ele terá avaliação com aproveitamento mínimo de 70% e, ao final, cada participante receberá um certificado com registro da Senasp e do Ministério da Justiça.

De acordo com o secretário municipal de Segurança e Direitos Humanos, Adjair de Campos, após as atividades os guardas terão maior compreensão sobre as leis que defendem esses grupos. “Os agentes poderão aplicar esses conhecimentos em casos de mediação de conflitos, brigas familiares, violência doméstica e resgate de migrantes”, exemplifica.