GCM socorre mulher que pulou da ponte no Rio Lavapés

No final da tarde deste domingo (20) os guardas municipais Rodrigues e André se depararam com uma ocorrência, minimamente, inusitada. Durante patrulhamento pelo Bairro do Lavapés foram informados por um munícipe que uma mulher havia acabado de pular da ponte na Rua Santos Dumont (que separa o Bairro do Lavapés da Vila Jardim) a, aproximadamente, cinco metros de altura. Os guardas se deslocaram até o local e avistaram uma senhora dentro do ribeirão, aparentemente, desmaiada.

Os agentes desceram até onde estava a referida senhora e a arrastou as margens do ribeirão e iniciaram os primeiros socorros. Em seguida foi acionado os socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), da equipe do doutor Fábio Yamagute, da Unidade Avançada, bem como a guarnição do Corpo de Bombeiros coordenada pelo sargento Souza.

Após isolar a área com o apoio de viaturas da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM), os profissionais utilizaram de técnicas de salvamento de local inclinado, sendo necessário imobilizar a vítima ? s margens do rio e trazê-la até onde estavam posicionadas as viaturas. Notou-se que a referida senhora de 55 anos de idade queixava-se a todo o momento de fortes dores na perna esquerda e pedia aos profissionais que a deixasse ali sem socorro, visto que pretendia tirar sua própria vida com aquele ato que foi impedido pela GCM.

A vítima foi socorrida até o Pronto Socorro (PS) da Unesp, onde ficou em observação hospitalar, já que inspirava cuidados médicos. Após prestar o devido socorro ? vítima os guardas municipais apresentaram dados da ocorrência ao delegado Celso Olindo, no Plantão Permanente, e este lavrou o Boletim de Ocorrência (BO) de tentativa de suicídio. Segundo informações prestadas pela própria vítima esta não seria a primeira vez que atentou contra a própria vida. Alegou que praticou tal ato por estar enfrentando dificuldades emocionais e financeiras.