GCM registra três casos de violência doméstica

Neste final de semana a Guarda Civil Municipal (GCM) atendeu a três casos de violência doméstica em pontos diferentes da cidade. Os agentes Prado e Leite compareceram na Rua Rubens do Espírito Santo Ferrari, Bairro Caimã, onde se depararam com um cidadão no meio da rua, sendo realizada a abordagem e durante a busca pessoal foi encontrada uma faca.

O homem (foto) foi identificado como amásio da solicitante, a qual informou que ele a havia ameaçado com uma faca, correndo atrás dela pela via pública. O  acusado tinha alguns ferimentos leves devido a um soco que desferiu contra os vidros da porta e janela de sua residência, sendo encaminhado ao Pronto Socorro (PS) Adulto e, posteriormente apresentado ao delegado  José Sérgio Palmieri e recolhido a Cadeia Pública de Itatinga.

A equipe do Grupo de Ações Preventivas Especiais (Gape) formada por Nogueira, Vaz e Lourenço, compareceu na Rua Antônio Carlos Zanoto, na Cohab V, onde um casal estaria em desinteligência. Feito contato com o homem que informou que sua esposa teria furado dois pneus de seu veículo com uma faca. A mulher confirmou a versão do marido alegando que ele a havia traído.

Também o inspetor Paes e o agente Zambonato, compareceu na Rua Antônio Silva da Cunha Bueno, Jardim Cristina, onde de acordo com informações uma mulher estava sendo ameaçada de morte pelo seu amásio. A guarnição foi informada pela vítima que o homem havia tentado esfaqueá-la e ele acabou enquadrado na Lei Maria da Penha.