GCM registra exercício arbitrário das próprias razões

Crime de exercício arbitrário das próprias razões (artigo 345 do Código Penal) foi registrado pelos guardas municipais inspetor Pichinin (foto)  e agente Marcos na região da Cohab I,  atendendo a uma denúncia realizada ao telefone 199 revelando que dois indivíduos estavam serrando o cadeado do portão de uma residência.

Já no local dos fatos os suspeitos foram localizados, inclusive com a serra na mão, defronte a referida residência. Na garagem havia uma motocicleta e indagados sobre os fatos, afirmaram que estavam tentando abrir o portão para buscar a moto que havia sido vendida ao dono da casa, mas o restante do pagamento não havia sido pago no prazo combinado.

A ocorrência foi apresentada ao delegado plantonista Antenor de Jesus Zeque, que em contato com o dono da residência confirmou toda versão dada pelos indivíduos e afirmou que iria honrar com o restante do pagamento da moto. Sendo assim a autoridade policial lavrou o Boletim de Ocorrência e liberou as partes que estavam aparentemente embriagadas.