GCM prende procurado da justiça no Poupatempo

Está se tornando fator comum pessoas serem presas por descumprir a determinação judicial  e desconhecerem que estão com a prisão decretada

 

Os guardas municipais inspetor Destro e o GCM Pedro realizaram a prisão de um cidadão de 25 anos que estava sendo procurado pela justiça, já que pesava contra ele mandado de prisão pelo não pagamento de pensão alimentícia.  O fato aconteceu na Floriano Peixoto, Centro, onde fica  a unidade do Poupatempo.

Esse cidadão foi retirar documentos pessoais e o atendente, no levantamento dos antecedentes criminais, constatou que estava sendo procurado pela justiça. Os guardas apresentaram-no junto a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) ao delegado Celso Olindo, que deliberou pelo recolhimento do indivíduo à  Cadeia Pública de Porangaba.

Está se tornando fator comum pessoas com pendências na justiça, com a prisão decretada por envolvimento nos mais variados tipos de crimes, serem presas ao regularizar a documentação. A maioria dos casos envolve aqueles que deixam de cumprir a determinação judicial  da pensão alimentícia e não sabem que estão com a prisão decretada.

 

Adolescentes furtando

Também o inspetor Destro com apoio dos GCM’s: Pedro, Jayme e Giselle esteve atendendo a um caso de furto, que aconteceu na Fazenda Experimental Lageado, onde três adolescentes furtaram várias frutas de um pomar em experiência. Os guardas surpreenderam os menores na região do Jardim Paraíso, sendo que um deles, de 15 anos,  estava com uma mochila com os produtos furtados. A mãe do menor foi contatada e os representantes da Fazenda Experimental não quiseram representar o fato junto a Polícia Civil.

 

Auxilio a cadeirante

Na noite desta terça-feira (10) o inspetor Paes e o agente Dias prestaram auxilio a um senhor de 53 anos, que é cadeirante. Segundo informações repassadas no telefone 199 esse cidadão estaria chegando de viagem da cidade de Goioerê do Estado do Paraná e não conseguia contato com os familiares de Botucatu. Os guardas juntamente com uma senhora que se sensibilizou com aquela situação prestaram todo auxilio até ele se encontrar com seus familiares na Cohab I.