GCM prende mulher no Marajoara por tráfico de entorpecente

Foi na madrugada desta quarta-feira (7), na Rua Jorge Venâncio, no Parque Marajoara onde, em trabalho de patrulhamento preventivo/ostensivo, a Guarda Civil Municipal (GCM) com o inspetor Leite e o agente Barcaça, contando com apoio dos agentes Machado e Bozzoni, realizaram a prisão em flagrante de uma mulher chamada Giselly Souza Santos, de 19 anos, por tráfico de entorpecentes.

No início da operação, os GCMs depararam-se com um indivíduo que ao avistar a viatura empreendeu fuga, deixando cair um objeto no chão, mas foi detido. O local é conhecido como ponto de venda de entorpecente e esse indivíduo, que prestou depoimento como testemunha, estava do lado de fora embaixo de uma janela enquanto a mulher estava do lado de dentro. Ele foi abordado e o invólucro de alumínio jogado continha uma pedra de crack.

Foi solicitado que a mulher abrisse a porta o que foi realizado de livre e espontânea vontade. Em um dos quartos da residência realizada a revista sendo encontradas no guarda-roupa, 12 pedras de crack semelhantes ? apreendida embaixo da janela com o usuário, além de R$ 458,00 em dinheiro e 04 aparelhos celulares, sendo um deles um Nextel de alto valor de mercado. Na vistoria feita na cozinha foi localizada em cima da mesa, uma colher impregnada com cocaína, juntamente com um rádio automotivo e vários sacos plásticos utilizados para embalar drogas.

A mulher alegou que seu marido, não presente no local, estava trabalhando, porém não soube informar onde. Posteriormente, confessou que o mesmo havia fugido ao presenciar a chegada da guarnição. Portanto, as partes foram conduzidas ao Plantão Permanente onde o delegado Geraldo Franco Pires, ratificou a voz de prisão, indiciando a mulher em crime de tráfico de entorpecente determinando seu recolhimento ao presídio feminino de Itatinga. O rapaz que, supostamente, estava comprando droga da mulher, foi liberado.