GCM prende dupla que arrombou loja na Rua Amando

Durante a madrugada desta segunda-feira (7) a Guarda Civil Municipal (GCM), através dos agentes Trombaco, Vaz e Pichinim, com apoio de Courel e Rezende, em patrulhamento pela Rua Rafael Sampaio, região central da Cidade, abordaram dois indivíduos suspeitos para uma averiguação de rotina. A dupla ao perceber a chegada da viatura dispensou um invólucro plástico contendo um alicate e uma corda de aproximadamente 05 metros.

Questionada a dupla informou que tinha pretensão de praticar furto no centro comercial da cidade. Os indivíduos calçavam dois pares novos de tênis e quando questionados informaram que se tratava de produto de furto praticado dias antes na Loja Stylus Calçados (madrugada do dia 3 de novembro). São eles: Giliard Jonata Morgado, de 26 anos, o “Zóio”, e Alexandre Rodrigo da Silva, de 34 anos, o “Xandão”, ambos bastante conhecidos nos meios policiais.

Foi acionado os policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Vitor e Marcos, que em trabalho conjunto com a GCM realizou diligências até a casa onde os averiguados indicaram que haveria mais pares de tênis, sendo localizados mais 05 pares, todos produtos de furto da Loja Stylus. Dois pares estavam sendo usados por duas mulheres que, também, foram conduzidas ao Plantão Policial, para prestar depoimento. Portanto, as partes foram encaminhadas ao Plantão Policial onde a Autoridade Policial elaborou o Boletim de Ocorrência, sendo realizada a apreensão dos objetos.

{n}O crime{/n}

O furto ocorrido na Stylus, na Rua Amando de Barros, região central da cidade, foi atendido pelos policiais militares Carvalho e Contessotto, contando com apoio do cabo Garcia e soldado Eliete. Os marginais invadiram a loja mediante arrombamento da porta de entrada e levaram 53 pares de tênis de diferentes marcas e tamanhos e a quantia de R$ 400,00, que estava no caixa.

Após serem informados do crime os policiais militares passaram a efetuar patrulhamento por alguns locais conhecidos como “biqueiras” de vendas de drogas e pela manhã, na Rua 4, na Chácara dos Pinheiros, efetuaram a prisão de Leandro Coraçar Rodrigues, de 18 anos de idade, conhecido como Madruga, que confessou a sua participação no crime e revelou que agira com outros elementos.

A Polícia Militar, contando com apoio dos policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Marcos e Vitor, prenderam na Rua Aparecido Francisco de Oliveira, no Recreio do Hawai, um dos elementos apontados por Madruga. Trata-se de David Marcelo Ribeiro, de 31 anos de idade, que negou sua participação no crime. O terceiro elemento citado por Madruga foi Giliard Morgado, que acabou preso pela GCM, juntamente com Alexandre Silva.