GCM prende condenado por violência doméstica

Por solicitação de uma mulher, via telefone 199, a Guarda Civil Municipal (GCM) com o inspetor Barcaça e os agentes Denardi e Leandro estiveram na Rua José Conceição Gonçalves Pinto (Rua 11), região do Bairro Santa Maria 1, para efetuar a prisão de um cidadão chamado Adilson Rogério Comidal, de 35 anos de idade, por crime violência doméstica.

Vale lembrar que Comidal, vulgo “Sãopaulino”, é muito conhecido nos meios policiais, possuindo uma ficha criminal bastante considerável onde constam crimes como furto, roubo, tráfico de entorpecentes, homicídio, violência doméstica e tentativa de estupro, com condenação de mais de 18 anos de cadeia.

No local dos fatos a GCM foi informada que Comidal chegou ? sua residência embriagado e sem motivo aparente começou a ofender e a agredir a mulher com socos e chutes, fazendo ameaças de morte. Com a chegada da viatura do Programa de Atendimento Familiar e ao Idoso (PAFI), Comidal estava do lado de fora de sua residência ofendendo e ameaçando sua companheira.

A GCM também registrou que, além da agressão contra a mulher, o acusado teria atentado contra o filho de apenas 09 meses que sofre de sérios problemas de saúde respirando com ajuda de aparelhos e se alimentando por sonda. Comidal teria jogado um pedaço de tijolo contra a criança que estava na cama de casal (que não acertou o alvo), alegando que ela é fruto de uma traição praticada pela mulher.

Diante da gravidade dos fatos presenciados o agressor recebeu voz de prisão em flagrante e foi apresentado no Plantão Permanente ao delegado Marcelino Aparecido Ferreira onde acabou enquadrado na Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006 conhecida como Lei Maria da Penha e recolhido ? Cadeia Pública (transitória) de Itatinga, ficando a disposição da Justiça.