GCM prende cidadão por ameaça e violência doméstica

Ação aconteceu na Vila Antártica, onde o indiciado havia agredido seu irmão menor com um soco na cabeça e ameaçou seus outros dois irmãos e sua mãe com uma faca

 

Ação dos guardas civis municipais Pedro e Odair resultou na prisão em flagrante de um rapaz de 22 anos chamado Luciano, autuado pela delegada Simone Alves Firmino Tuono, na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM),  pelos crimes de ameaça e lesão corporal, sendo enquadrado na Lei Maria da Penha.

A prisão aconteceu na Vila Antártica onde o indiciado havia agredido seu irmão menor com um soco na cabeça. Os outros dois irmãos intervieram e o acusado se apoderou de uma faca e ameaçou de morte os irmãos e a genitora que também entrou na confusão.

Com a chegada dos agentes municipais o indiciado foi detido e conduzido ao plantão policial, onde recebeu voz de prisão pela autoridade policial antes de ser encaminhado à Cadeia Pública de Itatinga e ficar à disposição da justiça.

 

Surto psicótico

Em outra operação, o inspetor Destro e os agentes Bozzoni e Barcaça, estiveram no Pronto Socorro do Hospital das Clínicas (PS/HC) da Unesp,  para atender a um caso de surto psicótico. Um paciente de 20 anos havia deixado o setor de psiquiatria e saído no estacionamento do hospital, onde quebrou o vidro de um veículo. Diante dos fatos o caso foi apresentado junto ao plantão policial para elaboração do Registro Digital de Ocorrência (RDO), sendo o rapaz ouvido e liberado pelo delegado Geraldo Franco Pires.