GCM prende assaltante que baleou senhor de 82 anos

José Ronaldo da Silva, de 32 anos de idade, foi preso pela Guarda Civil Municipal nesta sexta-feira, na Avenida Paula Vieira, onde funciona o Centro de Atendimento ao Migrante Itinerante do Município (CAMIM). Esse cidadão foi responsabilizado por um crime de roubo tentado seguido de lesão corporal dolosa cometido contra um senhor de 82 anos de idade, chamado Antônio Felipe.
O crime ocorreu na manhã da última quinta-feira na Rua Antônio Hermelindo Soares, nº 210, na Vila São Luiz. Ao ser rendido, o aposentado reagiu e ao entrar em luta corporal com o assaltante acabou sendo baleado na coxa esquerda. O tiro transfixou a perna da vítima, mas não atingiu a nenhum osso.
Quando foi abordado pela GCM José Ronaldo deu o nome de José Tiago da Silva. Porém, pesquisado no cadastro apareceu a sua foto e José Ronaldo acabou confessando que havia dado o nome do seu irmão e teria ido ao CAMIM na tentativa de conseguir uma passagem para a cidade de Conchas – SP.

Ao ser orientado a permanecer no local até segunda-feira devido ao horário, José Ronaldo alterou-se e havia comentado que a polícia estaria na Vila São Luiz a procura do autor do roubo de um “senhorzinho”. Diante disso, o mesmo foi conduzido até a Delegacia de Investigações Gerais (DIG). A vítima foi localizada e compareceu ? delegacia, vindo a reconhecer José Ronaldo da Silva como sendo o mesmo indivíduo que tentou lhe roubar e desferir um tiro contra sua perna.

Consta nos antecedentes criminais que José Ronaldo foi autuado em flagrante delito no dia 28/12/2010, pela prática de furto, em Botucatu. O delegado titular da DIG, Celso Olindo, pediu sua prisão temporária que foi concedida pelo juiz e acabou recolhido ? Cadeia Pública.

Vale lembrar que na ocasião do roubo tentado, a vítima Antônio Felipe revelou que ao acordar pela manhã foi até o banheiro que fica na parte externa da casa e acabou surpreendido por um elemento armado com um revólver, alto, magro, trajando roupas pretas, com capuz e boné. O desconhecido deu voz de assalto, exigindo dinheiro.

Quando viu aquela pessoa lhe ameaçando, entrou em luta corporal com o desconhecido chegando derrubá-lo por duas vezes. Foi, então, que o assaltante disparou um tiro que pegou na sua perna. Mesmo ferido o aposentado fez com que o marginal fugisse.