GCM fecha bares na Vila Santana por falta de alvará

Em nenhum dos estabelecimentos havia autorização para funcionamento além das 18 horas e os proprietários foram devidamente orientados

 

Na noite desta segunda-feira, por volta das 22h30, os guardas civis municipais inspetor Paes e agente Dias realizaram duas verificações de alvará na Vila Santana, região da Cecap,  e em nenhum deles havia autorização para funcionamento além das 18 horas.  Em consequência disso, os dois estabelecimentos foram fechados e os proprietários devidamente orientados a respeitarem as regras estabelecidas em alvará de funcionamento e os casos foram encaminhados ao Departamento de Fiscalização de Rendas.

 

Caso de ameaça

Já os agentes municipais do Grupo Especializado de Patrulhamento Com Motos (Gepom),  Regina e Marcos, registraram a um caso de ameaça na região da Vila Antártica. Uma mulher pediu socorro à guarnição, já que estava muito nervosa e havia sido ameaçada de morte pelo ex-marido. Diante dos fatos a vítima e o autor das ameaças foram conduzidos a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde a delegada Rose Mary Ribeiro Dias elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de ameaça e orientou as partes.

 

Usando maconha

Também os agentes Regina e Marcos flagraram quatro adolescentes usando maconha na Praça Raul Gomes Pinheiro Machado. Os guardas detectaram que os menores tinham acabado de fumar a droga devido ao forte cheiro no local. Porém não foi encontrado entorpecente com eles. Os pais foram acionados e compareceram à praça para buscar os filhos.