GCM encontra entorpecentes em área de preservação

Fotos: Luiz fernando

Foram três “tijolos” prensados de maconha, pesando 1.340 gramas, outras 600 gramas da mesma droga cortadas em dezenas “cubos” prontas para serem embaladas (totalizando, aproximadamente, 1.940 gramas), além de 150 gramas de cocaína e dezenas de blisters (pinos), comumente usados por traficantes para embalar crack e cocaína.

Foi esse o saldo de uma operação desencadeada pela Guarda Civil Municipal (GCM) com o subcomandante Pimentel, inspetores Destro e Belo, agentes Carlos, Regina, Camargo, com apoio do investigador Valmir da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) no final da tarde desta quinta-feira (16) em uma área de preservação ambiental, em frente ? Avenida Marcos Bravin, na Vila Cidade Jardim, nas proximidades dos predinhos do CDHU.

A operação teve início quando a GCM recebeu a denúncia de que algumas pessoas haviam invadido aquela área verde e estavam em atitude suspeita. Com a chegada da viatura, três desconhecidos saíram correndo e se embrenharam no matagal e conseguiram fugir, já que deveriam conhecer bem o local.

Inicialmente foi localizado um “tijolo” de maconha já cortado pesando 340 gramas e mais os 600 gramas da droga em cubos e os pinos para embalar cocaína. Prosseguindo as buscas pelo mato foram encontrados os outros dois “tijolos” de maconha com 500 gramas cada um e os 150 gramas de cocaína em um saco plástico.

A droga foi encaminhada ? DISE, onde o delegado Paulo Fábio Buchignani fez a confecção do Boletim de Ocorrência (BO) e o auto de exibição e apreensão do entorpecente. Agora o trabalho investigativo continua para detectar a quem pertence toda droga apreendida nessa operação.