GCM encontra carro furtado em tempo recorde

Fotos: Valéria Cuter

O Boletim de Ocorrência (BO) do furto de um veículo, Santana Quantum, placas BUV-9598, de Botucatu, foi feito na 2ª Central de Polícia Judiciária ás 08h34 e 11 minutos depois, ou seja, ás 08h45, o acusado de ter cometido o crime foi preso pela Guarda Civil Municipal (GCM) com o inspetor Iwerton, agente Vaz e temporário Leandro.

Consta que o acusado do furto, Laerte Pereira de Souza, de 24 anos, trafegava com o Quantum pela Rua Vitor Atti e ao chegar em frente ? sede da GCM, o carro parou por falta de gasolina. Ao ser abordado, Souza disse ter errado o caminho e entrado na contramão. Alegou que iria até o posto buscar gasolina para abastecer o carro e tirá-lo dali já que estava em situação perigosa.

Entretanto, os agentes perceberam que o painel do carro estava estourado e havia sido feito uma ligação direta, sem o uso da chave de ignição. O condutor tentou fugir, mas acabou detido e encaminhado ? 2º Central de Polícia, onde foi ouvido e indiciado pelo delegado Marcos Mores, que determinou seu recolhimento ? Cadeia Pública local.

Mesmo com todas as evidências contra si, Laerte Souza negou a autoria do crime. “Não fiz isso, não senhor, juro pelos meus filhos! Trabalho, honestamente, como construtor e tudo isso vai ser esclarecido. Sei que está tudo contra mim, mas isso é somente um mal entendido”, justificou, sem conseguir explicar o que fazia dentro do carro furtado, na contramão de direção.

O aposentado João Aparecido Nogueira, proprietário do Quantum furtado, esteve no local e deu pela falta de sua caixa de ferramentas e de um aparelho toca CD. “Moro na Rua João Cândido Vilas Boas, na Vila Nova Botucatu e quando acordei pela manhã não vi o carro em frente ? minha casa. Fui fazer o BO e logo que saí da delegacia, fui informado que meu carro havia sido encontrado”, contou o aposentado.