GCM desmantela ponto de jogo do bicho no centro da Cidade

Nesta quinta-fera atendendo a uma denúncia anônima formulada ao telefone 199, da Central da Guarda Civil Municipal (GCM) o inspetor Destro e o agente Pires, desmantelaram um ponto (banca) de jogo de bicho que funcionava em um imóvel de vendas de títulos de capitalização, na Rua Curuzu, região central da Cidade.

Quando os agentes entraram no local havia um cidadão (iniciais A.L.S.), de 27 anos de idade, que não teve tempo de esboçar nenhuma reação, nem esconder o material que estava espalhado pelo local, usado para a prática da contravenção penal.

Foram apreendidos 149 talões, 08 blocos, 32 envelopes, um telefone celular e um envelope contendo R$ 387,00 com jogos já feitos. Outro detalhe detectado pelos agentes da GCM é que o estabelecimento de venda de títulos de capitalização estava trabalhando sem o alvará.

Encaminhado ao 1º Distrito Policial (DP), o rapaz prestou depoimento ao delegado José Sérgio Palmieri Júnior e liberado na presença de seu advogado. “Nem bem comecei a fazer o jogo do bicho e já me pegaram. Isso significa que devo parar por aqui e sair dessa. Quanto ao alvará, vai ser acertado para que eu não tenha mais problemas”, disse o contraventor.

{n}Um pouco do jogo do bicho{/n}

O jogo do bicho é considerado uma bolsa ilegal de apostas em números que representam animais e existe desde 1892, quando foi inventado pelo barão João Batista Viana Drummond, fundador e proprietário do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro.

O jogo do bicho é semelhante a uma Loteria Federal, mas com algumas diferenças: uma delas é que o jogador pode apostar qualquer valor, que muitas vezes é bem acima de suas possibilidades. Quanto maior o valor apostado em uma sequência numérica (milhar, centena, dezena, etc.), maior será o prêmio em caso de acerto. Com essa flexibilidade de apostas, o jogador é livre para escolher pelo menor valor possível o seu número da sorte nas 10.000 chances disponíveis em cada sorteio.

Exemplo: um apostador joga um real em uma milhar no primeiro prêmio (conhecido como cabeça por ser a primeira milhar no topo da lista de resultados). Caso acerte ela inteira (os quatro números), ele ganha R$ 3.000,00 reais (apostas no Estado de São Paulo). Se tivesse jogado R$ 0,50 na mesma aposta e acertado, o apostador ganharia R$ 1.500,00. Toda banca (organização que faz a administração do jogo do bicho) tem uma tabela de valores que são apresentados aos apostadores, tabela essa que tem muito pouca diferença de banca para banca.

Apesar de sua imensa popularidade e de ser tolerado por muitas autoridades corruptas, o jogo do bicho é considerado uma contravenção no Brasil e as pessoas que o praticam ou o promovem são passíveis de punição pela justiça. Dois fatores, teoricamente, são responsáveis por seu caráter ilícito: a ausência de pagamento de impostos por parte dos banqueiros de jogo do bicho e a sua condição de jogo de azar, que induziria ao vício e ? miséria a população.

Fotos: Valéria Cuter