GCM de Botucatu fecha 1º semestre com 17 mil ações

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu fechou o primeiro semestre de 2012 com aproximadamente 17 mil ações realizadas. Os dados refletem o resultado positivo que a Secretaria Municipal de Segurança e Direitos Humanos tem alcançado devido ao forte investimento nas forças de segurança pública.

Nos últimos anos, a secretaria implantou diversos projetos e instrumentos de combate ao crime. Podemos citar, entre eles: “Patrulha da Paz”; “Cidadania e Civismo”; “Corujão”; Base de Segurança no Terminal Rodoviário; Base de Segurança no Paratodos; Sistema de Inteligência e Estatística da Guarda Municipal (SIEG); Sistema Infoseg; Sistema Infocrim; aumento e capacitação do corpo efetivo da GCM; aquisição de veículos e armas de fogo; e implantação da Unidade Móvel de Segurança.

Todos esses esforços possibilitam ? GCM atuar de forma mais abrangente, tanto na educação voltada para a prevenção do crime, quanto nas ruas, em combate ao mesmo. Dessa maneira, essas ações contribuem significativamente para que o Município continue como referência em todo o Estado na área da segurança.

Quanto ? s principais ações realizadas pela Guarda Municipal nesse primeiro semestre estão: as solicitações pelo telefone 199 (8.793); patrulhamentos comunitários (6.820); perturbação do sossego público (542); mediação de conflitos (473); auxílio ao imigrante (120); veículos recolhidos administrativamente (27); e veículos produtos de furtos ou roubos recuperados (6).

Além dessas, também foram promovidas ações de patrulhamento preventivo comunitário, incluindo eventos populares e festas religiosas, bem como patrulha escolar e ambiental. Já o número de prisões efetuadas pela GCM corresponde a 120, sendo que 50 são referentes ? captura de procurados pela Justiça e 70 referem-se aos presos em flagrante delito.

Para o secretário municipal de Segurança e Direitos Humanos, Adjair de Campos, é de suma importância a confiança que a população deposita nos serviços prestados pela Guarda. “Hoje, a GCM está, juntamente com as Polícias Civil e Militar, devidamente preparada e equipada para auxiliar e proteger a sociedade botucatuense. Além disso, podemos contar com a colaboração da população, que constantemente nos faz denúncias anônimas sobre crimes e criminosos”, conclui.