GCM chega a 60 capturas de procurados este ano

Até este domingo (30), a Guarda Civil Municipal (GCM) chega a 140 prisões realizadas em 2014. Deste montante, 60 são de captura de procurados. Os outros 80 são ações realizadas em flagrante: 27 de furtos, 21 de tráfico, e 17 de violência doméstica. Neste número também estão inclusos crimes como receptação, roubo, porte de arma, homicídio e lesão corporal.

O secretário de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos, enfatiza que Botucatu vive um bom momento no que se refere a segurança em razão do trabalho unificado das forças de segurança da Cidade. “É com o trabalho conjunto entre as polícias Militar e Civil e a Guarda Municipal que por cinco anos consecutivos Botucatu se sustenta na primeira posição do ranking levando em conta o número de registros por cada grupo de 100 mil habitantes. Também é apontado nesta estatística queda em outras modalidades de crimes como furtos e homicídios”, coloca Campos.

Salienta o secretário que com base em estatísticas oficiais foi realizado um minucioso levantamento dos índices de cada modalidade de crime de todos os 76 municípios paulistas com população acima de 100 mil habitantes. “Os números revelam que a partir de 2009, ano em que passou a ser implantada uma nova política de segurança pública baseada em ações integradas entre as polícias e a Guarda Municipal, Botucatu viu reduzir drasticamente a criminalidade, mantendo-se em posição de destaque no cenário estadual”, comenta. 

Sobre a evolução da GCM, Campos cita que hoje (a GCM) é referência em 45 municípios do Brasil. “Isso só foi possível em razão dos investimentos realizados pelo prefeito João Cury em equipamentos, viaturas, monitoramento, programas sociais e armamento. Nossos agentes trabalhando em sintonia com as polícias Civil e Militar ajudou a fazer de Botucatu a mais segura nos últimos anos, dentre as cidade com mais de 100 mil habitantes e isso é motivo de orgulho para todos nós”, explanou.