GCM capacita agentes aprovados em concurso

A Guarda Civil Municipal de Botucatu deu início à capacitação de oito novos agentes (sete homens e uma mulher), aprovados no concurso realizado pela Prefeitura de Botucatu, no início deste ano. Eles substituem antigos agentes que deixaram a corporação para seguir diferentes carreiras. Com essas novas contratações, o efetivo da GCM volta a somar 65 guardas.

O curso, ao todo, terá duração de 500 horas e deve ser concluído até o mês de outubro próximo. Desta carga horária, metade será composta de aulas práticas (táticas operacionais, táticas de combate e tiro) e outra por aulas teóricas (gerenciamento integrado de crises e desastres; patrulhamento comunitário; ética e cidadania; linguagem brasileira de sinais, entre outros temas). Ao final da capacitação, os guardas realizam um estágio supervisionado. São 60 horas, onde os novos agentes passam por todos os postos de atividades da GCM.

 

Credibilidade

 

O último concurso da Prefeitura de Botucatu também mostra números impressionantes. Ao todo foram 427 candidatos inscritos (355 homens e 72 mulheres). Este volume de interessados em seguir carreira profissional na Guarda Civil Municipal também está vinculado ao patamar de excelência e credibilidade atingido por essa instituição junto à comunidade e que tem colocado Botucatu entre as cidades (com população de até 150 mil habitantes) mais seguras do Estado nos últimos anos.

O secretário municipal de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos, mostrou-se impressionado com o desempenho dos aprovados, e acredita que novos agentes injetam jovialidade à GCM. “Essa oxigenação trazida pelos novos guardas é importante, mesclando ideias novas à nossa estrutura”, enfatiza.

Vale destacar também, que em 2009, o contingente da corporação era de apenas 35 agentes, número quase duplicado nos anos seguintes. Além do aumento do efetivo e melhorias contínuas à estrutura de trabalho, os guardas civis de Botucatu foram agraciados recentemente (Projeto de Lei Complementar aprovado na Câmara Municipal em 30 de junho de 2014) com adicional de periculosidade concedido pelo Executivo Municipal.