GCM atinge 850 prisões em pouco mais de 6 anos

Na tarde desta quarta-feira (13), o Secretário Municipal de Segurança e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos, esteve reunido com representantes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e da Policia Militar, para uma avaliação dos números e casos apresentados na luta das forças armadas de Botucatu contra o crime.  Com a captura de mais um procurado da Justiça nesta semana a Guarda Civil Municipal de Botucatu chegou a 850 prisões desde 2009.

Dentre os delitos mais recorrentes podem ser destacados a violência doméstica, o uso e tráfico de entorpecentes, furtos diversos, danos ao patrimônio público, além das já mencionadas capturas de pessoas procuradas pela Justiça por crimes de homicídio, roubo e furto.

“A Guarda Civil de Botucatu vai muito além daquele rótulo de agente de patrimônio público. Ao mesmo tempo que está mais próxima da comunidade, intermediando conflitos e orientando a população, ela também está tecnicamente preparada para atuar em situações de maior risco. Por isso temos servido de modelo a tantas outras guardas do País. Mas todo esse sucesso compartilhamos com as demais forças de segurança, com quem estamos integrados, fazendo de Botucatu uma das cidades mais seguras do Estado”, destaca.