GCM atende mulher vítima de violência doméstica

Elaborado o BO de ameaça e lesão corporal com enquadramento na Lei Maria da Penha,  ficando a vítima e sua filha de apenas um mês de idade aos cuidados da mãe, sendo pedida ao Judiciário a Medida Protetiva

 

Os guardas civis municipais Petenucci e Pedro atenderam um caso de violência doméstica ocorrida na região da Vila Ferroviária, onde uma mulher de 22 anos havia sido agredida pelo marido, porém com a chegada dos guardas ele havia se evadido. A mulher foi apresentada junto a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) à delegada Simone Alves Firmino Alves Tuono.

Na delegacia foi deliberado pela elaboração do Boletim de Ocorrência (BO) de ameaça e lesão corporal com enquadramento na Lei Maria da Penha, A vítima e sua filha de apenas um mês de idade ficaram aos cuidados da mãe e foi pedida ao Judiciário a Medida Protetiva para que ela tenha mais proteção.

 

Queda de árvores

Além dessa violência doméstica também  fez  parte das ações dos guardas civis municipais, especificamente, o inspetor Carlos e o agente Carmelin do Grupo de Proteção Ambiental (GPA) a queda de duas árvores, ambas na Rodovia Capitão José Gomes Pinheiro, obstruindo o trânsito. Diante dos fatos equipes da Secretaria Municipal de Obras estiveram no local realizando a limpeza.