GCM atende mulher deficiente na Prefeitura‏

O guarda civil municipal  Marciolli atendeu Karina Coelho, 29, que estava buscando informações na Prefeitura Municipal e, segundo consta, teria confundido o horário de saída de um grupo de jovens para um determinado evento.

Karina é deficiente auditiva, porém o GCM Marciolli e a inspetora Cintia são treinados para comunicar-se através da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). Após entender a necessidade daquela cidadã a guarnição a levou até o local onde o grupo de jovens estavam reunidos.

Este trabalho comunitário da instituição é uma das ações realizadas pelo Programa de Atendimento a Pessoa com Deficiência (Proad), que visa preparar os agentes para atender as pessoas que tenham algum tipo de deficiência.