GCM atende caso ameaça e violência doméstica

Atendendo solicitação via 199, à guarnição, formada pelos guardas municipais Machado e Lima, compareceu à Rua Clóvis de Avelar Pires, Jardim Itamarati, onde se encontrava um homem completamente alterado e, munido de um pedaço de madeira, tentando agredir sua ex-mulher e seu patrão, além de tentar invadir o mercado lá instalado.

Devido a seu descontrole emocional foi necessário o uso de força física moderada para contê-lo assim que soube que seria conduzido ao Plantão Policial,  onde acabou indiciado em  crime de ameaça. A Mulher foi orientada a procurar a Delegacia da Defesa da Mulher  (DDM) para solicitar a medida protetiva prevista na Lei Maria da Penha.

 

Surto psicótico

Também os agentes Regina e Ronaldo compareceram na Rua Humberto Milanesi,  Jardim Paraíso, onde de acordo com informações repassadas pela equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), um cidadão estaria em surto psicótico e em poder de uma faca  teria investido contra a médica e a enfermeira.

O homem mantinha a arma branca todo o tempo próxima ao pescoço, ameaçando se suicidar. Aproveitando momento de distração do averiguado os guardas conseguiram retirar faca de sua mão e o homem acabou encaminhado ao Setor de Psiquiatria da Unesp onde permaneceu aos cuidados médicos. A parte faz uso de medicamentos controlados e por algumas vezes havia sido internado no hospital Cantídio de Moura Campos.