GCM apreende centenas de CDs piratas com camelô

Fotos: Luiz Fernando

Um cidadão de nome Diego R.C., de 25 anos de idade, foi surpreendido na Rua Amando de Barros, comercializando CDs piratas (sem nota fiscal), oriundo do Paraguai. A ação foi realizada pelos agentes Regina e Prado, da Guarda Civil Municipal (GCM).

Diego foi abordado na calçada em frente a um supermercado, onde havia montado seu expositor com 334 CDs de diferentes títulos. A venda desse tipo de produto sem a devida autorização incide em crime de violação dos direitos autorais (artigo 199 do Código Penal Brasileiro).

Encaminhado ? 1ª Central de Polícia Judiciária, o rapaz prestou depoimento ao delegado Marcelo Lanhoso de Lima. Todos os produtos ficaram apreendidos. O indiciado revelou que passou a trabalhar como vendedor ambulante de CDs, por falta de oportunidade no mercado de trabalho.