Garoto de 13 anos morre eletrocutado soltando pipa

Fotos: Luiz Fernando

 

Uma tragédia assolou o Bairro Jardim Monte Mor no início da tarde desta quinta-feira (20), especificamente, em um terreno baldio na Rua Antenor Serra (antiga Rua 13), em um terreno baldio defronte ao numeral 200,  onde aconteceu um acidente ocasionando a morte do garoto João Pedro Dias Barbosa, de 13 anos de idade.

No momento estava caindo uma chuva fina e o garoto soltava pipa no terreno, usando uma linha chilena (metalizada) com forte condução de  energia. A probabilidade apontada pelo Corpo de Bombeiros que esteve no local é que a linha ficou sobre o fio de energia elétrica e cortou o plástico que protege o cobre.  Com isso, a energia percorreu linha até chegar ao garoto que estava descalço e recebeu a descarga, morrendo na hora.

No momento em que o acidente aconteceu João Pedro estava sozinho no terreno. Outros garotos que costumam brincar naquele espaço haviam ido  para casa se abrigar da chuva e não teriam visto o acidente. A linha que estava sendo usada é muito cortante e tem o mesmo efeito da linha de cerol, que é feita com vidro moído ou limalha de ferro.

O menino foi visto por uma testemunha que passava pelo local e vendo que ele estava desfalecido acionou o Corpo de Bombeiros. Porém nada pode ser feito para tentar salvar sua vida. Também esteve no local a Polícia Civil, Militar e a Técnica Científica que irá construir o laudo pericial.   O corpo do menino foi retirado do terreno pela equipe do Sistema Prever e levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Os pais do menino estavam trabalhando quando foram notificados do acidente. “Foi um choque terrível chegar aqui e ver o meu filho morto. Eu não sabia que a linha era tão perigosa assim e ele estava acostumado a soltar pipa nesse terreno com outras crianças do bairro. Perder meu filho dessa maneira é uma dor muito grande, não dá para explicar”, disse o pai, Antônio Dias Barbosa.