Gape apreende rapaz acusado de crime de extorsão

Na tarde desta quinta (06) os guardas municipais inspetor  Pichinin e agente Batista do Grupo de Ações Preventivas Especiais (Gape) realizaram a apreensão de um indivíduo de 18 anos de idade que estava com mandado de apreensão acusado de um crime de extorsão cometido quando tinha 17 anos.

A apreensão ocorreu na região do Parque Marajoara e o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde o delegado Celso Olindo deliberou pelo encaminhamento ao juizado da Vara da Infância e da Juventude e após ao Núcleo de Atendimento Inicial (NAI) de Botucatu.
 
A extorsão ocorreu em dezembro de 2014 na região da Cecap,  nas proximidades do Cemitério Portal das Cruzes tendo como vítima um senhor de 65 anos. O adolescente que na ocasião dos fatos trajava roupas de mulher acabou perguntando às horas ao homem e aproveitando do seu descuido entrou rapidamente no interior do veículo. De posse de uma faca ameaçou a vítima, subtraindo a importância de R$160,00 além da chave do veículo.

Os agentes do Gape realizaram patrulhamento e lograram êxito em apreender o adolescente na mesma região do fato. Indagado sobre o crime tentou ludibriar os guardas, porém foi conduzido até à 1ª  Central de Polícia Judiciária,  onde o delegado Marcos Sagin Campos deliberou pela apreensão do adolescente, que ficou à disposição da Vara da Infância e Juventude.