Forças de segurança realizam mega-operação na Cidade

Fotos: Luiz Fernando / divulgação

As forças de segurança de Botucatu, contando com um efetivo de 15 policiais civis; 15 militares e 10 guardas civis municipais, além de 13 viaturas, realizaram nesta quarta-feira (05) uma mega operação para coibir a criminalidade. A operação foi arquitetada pelo delegado seccional de polícia, Antônio Soares da Costa Neto.

O saldo foi bastante positivo sendo 80 pessoas averiguadas; 60 veículos vistoriados; 10 autuações de trânsito; 05 carros recolhidos; 02 indivíduos presos por falta de pagamento de pensão alimentícia; menor apreendido em situação de traficância; individuo capturado procurado pelos crimes de furto e porte ilegal de arma de uso restrito; individuo preso em flagrante por tráfico de drogas e uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida.

Os policiais foram espalhados em pontos estratégicos da cidade, visando coibir os mais variados tipos de crimes. A concentração foi feita na sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). De lá os policiais saíram em comboio e se direcionaram a locais pré-determinados, principalmente nas vias que dão acesso ? saída e entrada da cidade.

“Entendemos que este tipo de operação conjunta é muito importante, pois mostra o entrosamento entre as forças de segurança e isso dá uma sensação de segurança para a população e gera clima de intranquilidade para pessoas mal intencionadas que estejam pensando em praticar algum tipo de delito”, colocou o comandante da Guarda Municipal Sérgio Bavia.

O comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar, José Semensati Júnior salientou que este tipo de operação é feito em dias em que pessoas recebem pagamento e os marginais procuram se aproveitar das oportunidades que surgem, como pegar pessoas desprevenidas saindo de uma agência bancária. “Porém, quando o marginal observa o movimento policial na rua ele desaparece”, disse o comandante.

O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo, detectou como fundamental esse trabalho em dias específicos para o combate ao crime. “Operações conjuntas como esta são importantes para dar segurança a população. Entendo que é assim que a polícia deve agir, ou seja, trabalhando em parceria para combater o inimigo comum que é o criminoso”, frisou Olindo. “Esta foi mais uma das muitas outras operações que ainda serão desencadeadas na cidade”, finalizou o delegado titular da DIG.