Força Tática faz apreensão de cocaína na Castelinho

A Força Tática da Polícia Militar (PM) de Botucatu, com o sargento Francisco e soldados Modesto e Nunes, com apoio do policiamento velado da PM, executaram um flagrante de tráfico de entorpecentes, que culminou com a apreensão de três barras de pasta de cocaína bruta, pesando 3.525 kg e avaliada em R$ 30 mil. Depois de “batizada” esse montante de droga poderia render até R$ 300 mil, na venda direta aos usuários.

A operação foi desencadeada, por volta das 20 horas dessa quarta-feira, na Rodovia João Hipólito Martins – Castelinho, nas proximidades do trevo que dá acesso a Rodovia Presidente Castelo Branco, zona rural da cidade.

O sucesso do trabalho policial se deu graças a uma denúncia anônima passada ao telefone 190, revelando dados de que uma pessoa em uma motocicleta estaria com um carregamento de cocaína que teria como destino a cidade de Jaú.

Nas averiguações os policiais interceptaram a motocicleta Yamaha, modelo Factor 125cc, placa EJO 6287, de São Paulo. Conduzindo esta moto estava Júlio César Santos, de 33 anos de idade (foto), que segundo sua documentação mora na Rua Alessandro Algari, em Campo Limpo, São Paulo.

Abordado, inicialmente, negou que estivesse com a droga, porém, após ser revistado, os policiais localizaram três pacotes, dentro de uma caixa de papelão, acondicionado numa sacola plástica, que o suspeito trazia consigo.

Segundo os policiais que realizaram a operação, ele teria revelado que receberia R$ 300,00 para transportar a droga de São Paulo a Jau. Tratava-se de 3,5 kg de pasta-base de cocaína que seriam utilizados para produzir cerca de 16 kg de cocaína pura.

O acusado foi conduzido ao Plantão Permanente, onde prestou depoimento, sendo enquadrado em crime de tráfico de entorpecentes, antes de ser recolhido ? Cadeia Pública de Botucatu. Caso seja condenado poderá pegar uma pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão.