Força Tática da PM realiza flagrante de entorpecentes

Fotos: Luiz Fernando

Um trabalho desenvolvido pelos policiais militares da Força Tática sargento Tocchio e os soldados Gonzaga e Mácoris, tirou de circulação um cidadão acusado de estar praticando o tráfico de entorpecente tendo como esconderijo um terreno baldio entre as ruas Joaquim Marins com a Capitão Ariovaldo Corrêa Pinto, região da Vila São Luiz.

No Boletim de Ocorrência (BO) consta que os policiais realizavam o patrulhamento preventivo/ostensivo quando perceberam que esse cidadão identificado como Carlos Henrique Aparecido Moretto dos Santos, o Carlinhos, de 22 anos de idade, estava saindo do terreno e ao perceber a viatura teria dispensado uma sacola plástica, contendo em seu interior 82 “parangas” de maconha, 30 pedras de crack e 06 porções de cocaína. Com o averiguado havia R$ 209,00 em dinheiro.

Assistido pelo advogado Marco Aurélio Capelli Zanin, Carlinhos prestou depoimento no Plantão Permanente, onde foi indiciado em crime de tráfico de entorpecentes, sendo recolhido ? Cadeia Pública de Itatinga. De acordo com os policiais, ele já é conhecido da PM e condenado por crime de tráfico de entorpecentes, permanecendo preso um ano e sete meses.

Na delegacia Carlinhos alegou que a droga que a sacola plástica não era sua. “Estava naquele terreno somente para fumar um “baseado” (maconha) quando fui abordado pelos policiais que encontraram a sacola com a droga que não é minha”, colocou o acusado.

Segundo o sargento Tocchio esse argumento é usado pela grande maioria das pessoas que ficam em locais conhecidos como “biqueira” realizando a venda de entorpecentes. “Quando percebem a chegada da viatura dispensam a droga que carregam para tentar escapar do flagrante”, colocou o sargento da Força Tática.