Força Tática da PM faz apreensão de 110 pedras de crack

Na manhã desta segunda-feira, a Força Tática da Polícia Militar com o sargento Leonardo e soldados Cardoso e Daniel efetuaram uma operação desencadeada no cruzamento das Ruas Humberto Barbosa com a Afonso Fernandes Martins, região da Vila Mariana, que culminou com um flagrante de tráfico de entorpecentes.

Foi preso no local, um cidadão de nome Márcio Aparecido de Oliveira, de 30 anos de idade, conhecido como “Manteiga”, já bastante conhecido nos meios policiais. Os PMs estavam efetuando o trabalho de patrulhamento preventivo por aquela região quando perceberam que o indiciado empreendeu a fuga ao avistar a viatura.

“Como o local já é conhecido como ponto de venda de entorpecentes e esse cidadão já é bastante conhecido nos meios policiais, foi feito a perseguição e conseguimos realizar a prisão. No início ele tentou resistir e tivemos que usar força física moderada para contê-lo e algemá-lo. Ele é uma espécie de “gerente” do tráfico naquela região da Caixa D´Água, da Vila Mariana”, colocou o sargento Leonardo.

Na revista pessoal os PMs apreenderam 110 pedras de crack que estava em um saco plástico oculto por baixo da bermuda do acusado, R$ 137,00 em dinheiro e um telefone celular. “Ao questionarmos esse cidadão sobre a origem da droga, ele não soube explicar de onde ela veio, mas confessou que estava traficando no local”, observou Leonardo.

Encaminhado ao Plantão Permanente, Oliveira foi apresentado ao delegado Antenor de Jesus Zeque, que confeccionou o Boletim de Ocorrência (BO), determinando o recolhimento do indiciado ? Cadeia Pública local. Ele não quis falar com a reportagem. Caso seja condenado poderá pegar uma pena que varia de cinco a 15 anos de prisão, de acordo com a Lei de Entorpecentes.

Fotos: Valério A. Moretto